top of page
Buscar

OAB Maringá lança Canal de Orientação Antidiscriminação Racial e LGBTQI+



A OAB Maringá lançou, no dia 30 de junho, o CORA – Canal de Orientação Antidiscriminação Racial e LGBTQI+, telefone/WhatsApp: 99952-7153.


Os principais objetivos são: combater todas as formas de discriminação; oferecer apoio, suporte e orientação para indivíduos pertencentes a esses grupos, ajudando-os a lidar com situações de violência e discriminação; e pensar, a partir dos casos concretos, ações a partir da própria comunidade que visem evitar novas ocorrências.

O canal será um espaço seguro e inclusivo onde as pessoas poderão relatar suas experiências e receber orientações relevantes.


Por meio do CORA, as pessoas que enfrentarem situações de discriminação racial ou LGBTfobia poderão acionar as comissões, através do telefone ou do whatsapp e receber suporte jurídico e emocional. O projeto busca garantir que as vítimas tenham acesso aos recursos necessários para enfrentar essas formas de discriminação e promover a igualdade de direitos. O atendimento será realizado por advogados voluntários que estarão disponíveis via WhatsApp.


A iniciativa é fruto do trabalho conjunto entre a Comissão de Igualdade Racial e da Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero atuantes na OAB Maringá.


Projetos como este são fundamentais para a integração e orientação da sociedade civil, uma vez que no Paraná em outubro de 2022 foram 1.170 casos de injúria, de acordo com a Secretaria de Estado Segurança Pública. Em Curitiba, no ano de 2022 foram 224 casos de injúria racial enquanto de racismo foram 44.


Quando tratamos de LGBTFobia é preciso ilustrar que o Brasil registrou até abril deste ano 2023, 80 mortes violentas enquanto no ano de 2022 foram 273 de acordo com o Observatório de Mortes e Violências Contra LGBTQIAP+. Em todo o território nacional, no ano de 2020 foram registradas 326 mortes; o Brasil é o país que mais mata pessoas LGBTQIAP+ há 14 anos, seguido apenas pelo México que registra 120 mortes.


Esses dados demonstram a necessidade desse projeto.




18 visualizações0 comentário
bottom of page