top of page
Buscar

OAB Maringá e entidades realizaram grande mobilização em defesa da competência da Justiça do Trabalho



Sob a liderança da Comissão de Direito do Trabalho da OAB Maringá e de várias entidades, foi realizada nesta quarta-feira, 28/02, grande mobilização em defesa da competência da Justiça do Trabalho. O ato aconteceu no próprio Fórum Trabalhista e contou com a presença de advogados(as), magistrados(as), servidores(as) e representantes de instituições e sindicatos.

O presidente da OAB Maringá, Eder Fabrilo Rosa, enfatiza que “o que está em questão é a competência da Justiça do Trabalho e o prejuízo que o entendimento que vem sendo adotado causa ao jurisdicionado”. Por isso, são fundamentais atos como esse, que também estão acontecendo em todo o país.

“O que move esse tipo de iniciativa (esvaziamento da competência da Justiça do Trabalho) é a mesma iniciativa que move as tentativas que visam enfraquecer a advocacia”, destaca o presidente.

O presidente da Comissão de Direito do Trabalho da Subseção, André Prade May acrescenta: “A conscientização da sociedade civil é fundamental, pois o resultado desse esvaziamento da competência da Justiça do Trabalho não ameaça apenas a integridade da Justiça do Trabalho, mas também coloca em xeque a própria garantia dos direitos trabalhistas”.

Também fizeram uso da palavra no ato desta quarta-feira, em Maringá, Ozório César Campaner, representante da Associação dos Advogados Trabalhistas do Paraná (AATPR), Walter de Souza Fernandes, presidente do Conselho Nacional do Laicato do Brasil - Regional Sul2, o juiz do trabalho Sandro Antonio dos Santos, o servidor José Marcos Baddini e representantes sindicais.

Estiveram presentes ainda a vice-presidente da OAB Maringá, Simone Meister, o diretor-tesoureiro Pedro Henrique Souza, membros da Comissão de Direito do Trabalho da Subseção e diretoria (presidente André Prade May, vice Ana Beatriz Roveri de Paula Xavier e os secretários Elen Gallo e Elizeu da Silva Góis), juízes e servidores.

28 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page