top of page
Buscar

Maio Laranja: Evento debate ações de enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes



A OAB Maringá, por meio da Comissão de Enfrentamento à Violência de Gênero, realiza evento on-line (live) para discutir ações no enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes. Será no dia 18 de maio, às 20h, pelo canal da OAB Maringá no Youtube. A palestrante convidada é a assistente social Soara Magi.


A iniciativa da OAB acontece em alusão ao Maio Laranja, em que acontecem diversas ações e eventos em todo o país com a finalidade de se discutir instrumentos de prevenção a este crime.


Dezoito de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.


NÚMEROS

Segundo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, dos 159 mil registros feitos pelo Disque Direitos Humanos (telefone 100) ao longo de 2019, 86,8 mil foram de violações de direitos de crianças ou adolescentes, um aumento de quase 14% em relação a 2018.


A violência sexual figura em 11% das denúncias que se referem a este grupo específico, o que corresponde a 17 mil ocorrências. Em comparação a 2018, o número se manteve praticamente estável, apresentando uma queda de apenas 0,3%.


ORIGEM

A escolha desta data é em memória do "Caso Araceli", um crime que chocou o país na época. Araceli Crespo era uma menina de apenas 8 anos de idade, que foi violada e violentamente assassinada em 18 de maio de 1973. Este crime, apesar de hediondo, ainda segue impune. O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído oficialmente no país através da lei nº 9.970, de 17 de maio de 2000. No Brasil, o Disque 100 é um serviço gratuito disponibilizado pela Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República que registra denúncias anônimas de jovens que se sintam ameaçados ou que sofreram qualquer tipo de abuso ou exploração sexual.

90 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page